Saiba quais são os cuidados necessários no transporte do vidro

Saiba quais são os cuidados necessários no transporte do vidro

O vidro, apesar de resistente e seguro, é um material frágil que precisa de cuidados no manuseamento e transporte para que não seja danificado, comprometendo sua eficiência, beleza e transparência, ou até causando quebras e acidentes.

Primeiro de tudo deve-se pensar na proteção de quem maneja o material, por isso, os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) são essenciais, como óculos de segurança, luvas e mangotes, botas e capacetes, ou seja, isolar todo o corpo do contato com possíveis partes cortantes. Para garantir a integridade das chapas de vidro, utilize intercalários ou espaçadores, como papelão, isopor e plástico bolha, que evitarão o atrito entre as pelas. O ideal é aplicar, no mínimo, três espaçadores em cada pilha para equilibrar o peso e proteger toda a extensão da peça. É importante lembras dos cantos e bordas e todo espaço entre um material e outro.

 

Coloque as peças no veículo de transporte sempre na vertical, nunca na horizontal, ou seja, deitados. A posição ideal é com os furos e recortes para cima, e a ordem indicada é crescente, as peças maiores primeiro e, por última, as pequenas. Vale ressaltar que o caminhão deve ser regulamentado e autorizado para este tipo de carga, sendo respeitado também seu limite de peso e altura das peças.

 

Depois deste processo, trave as chapas nos cavaletes para evitar o excesso de balanços. Essa fixação pode ser feita por cordas, cintas ou qualquer método que traga firmeza, além da proteção por meio de borrachas coladas com adesivo apropriado em todas as partes que tiverem contato com o vidro. Os vidros devem seguir o mesmo ângulo de estocagem, entre quatro e seis graus.

 

 

Na carga e descarga, os vidros podem ser manuseados manualmente, por duas ou mais pessoas dependendo do tamanho da chapa, ou através de equipamentos apropriados, sendo esta última opção mais apropriada. Utilizar os equipamentos indicados para fazer o manuseio dos vidros evita perdas que podem ocorrer devido às quebras.

 

Umas das formas é a utilização de colares, usados também na armazenagem, e das cintas de aço, que permite movimentar as pilhas de vidro de maneira mais segura, e podem também ser adaptadas às máquinas, como empilhadeiras, pontes rolantes ou pórticos. Para melhorar sua durabilidade e desempenho, podem ser revestidas com feltro ou carpete.

 

Outro equipamento muito seguro para movimentação de vidros é o balancete, mas é importante lembrar de travar o acionamento superior. Ele também pode ser adaptado para movimentar apenas uma chapa de vidro. E claro, quanto menor a distância a ser percorrida do estoque ao caminhão de transporte, menor o risco de acidente. Todo cuidado é pouco e nenhum procedimento deve passar em branco.