Luminosidade e exuberância

Luminosidade e exuberância

Restaurado pelo escritório Hans van Heeswijk Architects, o Museu More, em Gorssel, no leste da Holanda, ganhou ares de modernidade com um design arquitetônico arrojado e convidativo

Restaurado pelo escritório Hans van Heeswijk Architects, o Museu More, em Gorssel, no leste da Holanda, ganhou ares de modernidade com um design arquitetônico arrojado e convidativo. Além de vidros na estrutura das escadas e em coberturas transparentes, sua fachada recebeu grandes painéis de vidro que proporcionaram amplitude, claridade e uma visão estratégica em constante harmonia com a arborizada área externa.

Os arquitetos optaram por uma paleta de cores em tons claros e matérias-primas naturais, como a pedra, além de vidro e aço. O local com área total de 4.800 m2 mostra a maior coleção de arte realista contemporânea do país e recebeu elogios da crítica por sua luminosidade e arquitetura minimalista exuberante.

O museu tem uma aparência convidativa, layout claro e um surpreendentemente espaço leve e arejado. Nele, Van Heeswijk repete seu uso distintivo de materiais naturais, como pedra, vidro e aço, em uma área total de 4.800 m2.